sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

AS MAIORES ZEBRA DA COPA DO BRASIL

Confira as doze maiores zebras da história da Copa do Brasil:
1º) 2002 - ASA/AL elimina Palmeiras em SP, na 1ª fase 
13/2 - ASA 1 x 0 Palmeiras 
20/2 - Palmeiras 2 x 1 ASA 
Comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, atual comandante da equipe alviverde, o Palmeiras foi surpreendido pela zebra ASA de Arapiraca ainda na primeira fase, em pleno Palestra Itália. No mesmo ano, ao final da temporada, o clube seria rebaixado para a segunda divisão do Brasileiro. Já o time alagoano caiu na etapa seguinte, diante do Confiança-SE, com goleada por 4 a 0 no segundo jogo.

2º) 2004 - Santo André é campeão contra o Flamengo no Maracanã
23/6 - Santo André 2 x 2 Flamengo 
30/6 - Flamengo 0 x 2 Santo André 
Diante de 71.988 torcedores no Maracanã, após ter empatado a primeira partida em São Paulo por 2 a 2, o time comandado por Abel Braga foi batido por 2 a 0 pelo Santo André, do técnico Péricles Chamusca. Com campanha que eliminou equipes como Atlético-MG e Palmeiras, sempre com bons resultados como visitante, a equipe faturou seu título mais importante e afundou o clube carioca em uma grave crise.

3º) 2005 - Paulista é campeão contra o Fluminense no Maracanã 
15/6 - Paulista 2 x 0 Fluminense 
22/6 - Fluminense 0 x 0 Paulista 
No ano seguinte à surpresa com o Flamengo, o Fluminense reforçou a lista dos fracassos cariocas contra times menos tradicionais de São Paulo. Em São Januário, os mandantes não saíram de um empate sem gols com o carrasco de Botafogo, Inter e Cruzeiro, após derrota em Jundiaí por 2 a 0. Também comandada por Abel Braga, que levou o segundo vice seguido, os tricolores aumentaram o jejum de títulos nacionais diante da equipe do técnico Vágner Mancini, hoje no Santos.

4º) 2005 - Baraúnas elimina Vasco no Rio, nas oitavas 
14/4 - Baraúnas-RN 2 x 2 Vasco 20/4 - Vasco 0 x 3 Baraúnas-RN Um ano depois da eliminação contra o XV de Novembro-RS, o Vasco encarou novo vexame ao ser eliminado pelo time potiguar, que empatou por 2 a 2 no Rio Grande do Norte e venceu por 3 a 0 em São Januário, que resultaria na demissão de Joel Santana e nos protestos contra o presidente Eurico Miranda. Com um ataque formado por Romário e Alex Dias, os cariocas foram surpreendidos pelo veterano centroavante Cícero Ramalho, que aos 40 anos e visivelmente acima do peso, marcou dois gols nos duelos.
5º) 1994 - Ceará elimina Palmeiras em SP, nas oitavas 
12/4 - Ceará 0 x 0 Palmeiras 
29/5 - Palmeiras 1 x 1 Ceará 
Em plena era Parmalat, repleto de craques e sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras bicampeão paulista e brasileiro de 1993 e 1994 não conseguiu passar pelo Ceará nas oitavas-de-final. Com dois empates, o primeiro sem gols e o segundo por 1 a 1 no Palestra Itália, o time foi eliminado ao parar no goleiro Chico, que fechou o gol no jogo de volta, inclusive defendendo cobrança de pênalti de Evair. A principal surpresa do torneio só parou na decisão, quando foi derrotado pelo campeão Grêmio.

6º) 1991 - Criciúma é campeão contra o Grêmio
30/5 - Grêmio 1 x 1 Criciúma 
2/6 - Criciúma 0 x 0 Grêmio 
Na terceira edição da história da Copa do Brasil, o Criciúma foi o responsável pelo surgimento do técnico Luiz Felipe Scolari no cenário nacional com o título diante do Grêmio, primeiro conquistado por uma equipe fora da elite nacional, fato que seria seguido por Santo André e Paulista. No ano do tricampeonato estadual, o time de Santa Catarina segurou dois empates contra a equipe comandada por Dino Sani e garantiu presença na Libertadores do ano seguinte, quando só foi eliminada nas quartas-de-final, diante do campeão São Paulo.

7º) 2008 - Atlético-GO elimina Grêmio no Olímpico, na 2ª fase
2/4 - Atlético-GO 2 x 1 Grêmio
9/4 - Grêmio 2 x 1 Atlético-GO (3 x 4 nos pênaltis)
No ano em que conquistou o vice-campeonato brasileiro, o Grêmio tropeçou no início da temporada e colecionou duas eliminações em menos de 80 horas. Após cair no Gaúcho diante do Juventude, o time se despediu da Copa do Brasil ainda na segunda fase, em noite do goleiro Márcio. Fã de Rogério Ceni, o destaque do time goiano fez um gol de falta e brilhou nas cobranças de pênalti, calando quase 30 mil torcedores no Estádio Olímpico e deixando o técnico Celso Roth em situação delicada no cargo.

8º) 2007 - Ipatinga elimina Palmeiras em SP, na 2ª fase
21/3 - Ipatinga 2 x 0 Palmeiras 
5/4 - Palmeiras 2 x 0 Ipatinga (3 x 4 nos pênaltis) 
Depois de colecionar eliminações em casa diante de ASA e Santo André, o Palmeiras voltou a decepcionar a sua torcida no Palestra Itália, que recebeu mais de 22 mil pessoas. Depois de ser derrotado por 2 a 0 em Minas Gerais e devolver o placar na capital paulista, a equipe de Caio Júnior caiu na disputa por pênaltis após gols de Michael e Martinez no tempo normal, mesmo com um jogador a mais durante quase todo o segundo tempo. Nas penalidades, Diego Cavalieri defendeu uma finalização, que foi anulada pela arbitragem e revoltou os palmeirenses. Já Edmundo, que começou no banco de reservas, desperdiçou seu chute no fim.

9º) 1992 - CSA elimina Vasco no Rio, nas oitavas
12/9 - CSA 3 x 3 Vasco 
25/9 - Vasco 0 x 1 CSA 
Vítima de diversas zebras na história da Copa do Brasil, como Baraúnas-RN e XV de Novembro, o Vasco também protagonizou um dos maiores vexames na edição de 1992, ainda nas oitavas-de-final. Após segurar um empate em Alagoas, os comandados de Joel Santana, que ainda tinham no elenco o hoje presidente Roberto Dinamite, perderam por 1 a 0, resultando na ira dos torcedores que compareceram ao Estádio de São Januário.

10º) 1993 - Londrina elimina Inter no Beira-Rio, nas oitavas
16/4 - Londrina 1 x 1 Internacional 
23/4 - Internacional 0 x 1 Londrina 
O Internacional vinha com moral para enfrentar o pequeno Londrina. Na fase anterior, a equipe gaúcha havia goleado duas vezes o Ji-Paraná-RO, por 6 a 0 e 9 a 1 (ainda não existia a eliminação do jogo de volta com vitória no jogo de ida por mais de dois gols). Acabou surpreendido pelo time paranaense, que conseguiu a façanha de vencer no Beira-Rio. Nas quartas-de-final, o Londrina foi eliminado pelo Flamengo, depois de perder por 1 a 0 fora de casa e empatar no Paraná em 1 a 1.

11º) 1997 - Santa Cruz elimina Cruzeiro em Minas, nas oitavas
6/3 - Santa Cruz 1 x 1 Cruzeiro 
13/3 - Cruzeiro 0 x 1 Santa Cruz 
Maior campeão da história da Copa do Brasil (ao lado do Grêmio), com quatro títulos, o Cruzeiro também não fica fora dos maiores fracassos da competição. Na época em que ainda era permitido a disputa do torneio aos representantes nacionais da Libertadores da América, o time mineiro se dividiu em duas disputas simultâneas e sofreu com as conseqüências nas oitavas. Depois da igualdade no duelo de ida, no Recife, a equipe comandada por Paulo Autuori foi derrotada no Mineirão, com um time que tinha entre outros Dida, Palhinha, Reinaldo e Elivélton, herói do título sul-americano no mesmo ano.

12º) 1994 - Linhares elimina Fluminense, na 1ª fase
18/2 - Fluminense 2 x 2 Linhares-ES 
18/3 - Linhares-ES 1 x 1 Fluminense 
O título perdido para o Paulista de Jundiaí em 2005 não foi a primeira vez em que o Fluminense sentiu o ataque da zebra. Na Copa do Brasil de 1994, o Linhares-ES eliminou o time carioca com dois empates. A equipe capixaba prosseguiu, batendo São José-AP e Comercial-MS no caminho, mas caiu para o Ceará na semifinal.

FONTE: SITE TERRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
11º BLOG DO PORTAL OESTE NEWS, ATUALMENETE COM 13 BLOGS 1067 LINKS, ALÉM DE UM TWITTER, UM ORKUT E UMA PÁGINA MUSICAL, TOTALIZANDO ASSIM 783 PÁGINAS NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES, SENDO A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES DO RIO GRANDE DO NORTE, CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, COM A INSTALAÇÃO DO BLOG STPM JOTA MARIA E EM SEGUIDA, COM O BLOG OESTE NEWS. EQUIPE: JOTA MARIA, JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA, JOTA JÚNIOR E KELLY CRISTINA, SITUADO NA RUA LUIZ GONZAGA FERREIRA, Nº 1, BAIRRO BOA VISTA, MOSSORÓ-RN # E-MEIL:JOTAMARIAWEST@HOTMAIL.COM